Sites para a sua fotografia

Oi pessoal! Tudo bem com vocês? Espero que sim!

Uma coisa que me ajuda desde sempre na fotografia é a internet. Nunca fiz nenhum curso nem nada do tipo, e tudo o que eu sei hoje é advindo de livros , de diversos canais no YouTube e principalmente  de sites. Por ter um blog, sempre gostei de seguir e acompanhar diversos sites, especialmente sobre fotografia!

Então, no post de hoje trouxe pra vocês alguns dos sites que eu mais consulto e que mais me ajudaram a entender um pouco mais de fotografia! Espero que gostem 🙂


logo-fotografia-profissional-4
fonte: site fotografia profissional

É um site que reúne de tudo sobre fotografia. Inspirações de fotos, dicas práticas, técnicas, novidades no mundo da fotografia e muito mais! É muito bom, recomendo!


logo
fonte: site lomogracinha

O site é mais amplo, não se tratando apenas e exclusivamente de fotografia. Mas há dicas de como começar, inspirações e fotos incríveis em diversos posts! É muito fofo e bem feito, recomendo!


dicas-de-fotografia
 fonte: site dicas de fotografia

Parece que quanto mais você conhece o site surge mais post sobre fotografia! É um dos ou senão o meu preferido. Ele reúne as dúvidas mais recorrentes até as mais técnicas e avançadas. É muito bom, recomendo demais!


É um site com uma forma de transmitir a informação de forma bem prática e fácil de entender, perfeito pra quem está começando!


download
fonte: site falando de foto

Gosto muito do jeito em que o fotógrafo (o dono do site) se dirige ao leitor, sinto que estamos conversando pessoalmente! É também um site muito prático e didático, sempre com exemplificações e dicas incríveis que ajudam demais!


Todos esses sites me ajudaram muito e me ajudam até hoje! Espero que auxiliem vocês também! Até o próximo post!

Beijos!

Maria.

Anúncios

Cosméticos do meu dia a dia.

Oi pessoal! Tudo bem com vocês? Espero que sim!

Gostei muito de falar sobre beleza por aqui, e decidi continuar!

No post de hoje trouxe os cosméticos que mais gosto de usar, que utilizo em meu dia a dia e me ajuda muitoo! São cosméticos variados ( para cabelo e para pele).

Espero que gostem! Vamos lá!


Blur Oil Free- Koloss

DSCN3479_Fotor

Nunca tinha ouvido falar sobre o Blur, e foi bem de repente que descobri esse cosmético. Ele é perfeito pra disfarçar aquelas linhas de expressão que incomodam na maquiagem e a oleosidade da pele! Ele funciona como um ótimo primer, principalmente na região das olheiras.


Base Líquida TimeWise – Mary Kay

DSCN3493_Fotor

Essa é uma daquelas bases que você se apaixona pelo acabamento perfeito e duradouro sabe? Ela produz um efeito muito bonito na pele. Eu a utilizo regularmente, tanto pra maquiagens mais carregadas como para situações mais casuais.


Base Matte Magic – Koloss

DSCN3494_Fotor

Essa base possui um efeito ainda mais duradouro e matte que a da Mary Kay. Ela é mais grossa, sendo assim eu a utilizo mais em maquiagens pesadas, com a preparação da pele mais demorada.


Mousse de Limpeza Facial – Nivea

DSCN3496_Fotor

É literalmente um mousse, que produz uma espuma bem macia e refrescante. Eu uso no banho, ao acordar e antes de dormir. Ele deixa a pele com uma maciez e hidratada, é ótimo!


Leave- in Regenerador Color Revive Lichia + Nano Sericina – Haskell

2017-07-15 11_Fotor

Esse leave-in funciona como pré-escova, você pode passar no cabelo após o banho e utilizar como um protetor térmico que deixará seu cabelo macio e leve, ou também como um protetor solar sem enxágue, em situações de estar em uma praia por exemplo. E para quem já tingiu o cabelo uma vez, ele faz a cor não desbotar tão rápido.


Base em pó mineral – Mary Kay

DSCN3488_Fotor

Ele funciona como uma espécie de base! É perfeito pra aqueles dias que a preguiça de passar base é maior. Eu utilizo ele quase sempre, pra finalizar a pele e no dia a dia.


Protetor Solar Idéal Soleil Antiacne – Vichy

2017-07-15 11.42.35

Com certeza algo indispensável, pra qualquer tom de pele. Ainda mais para a minha, bem branquinha. E o melhor, ele atua também na prevenção de surgimento de acnes e no tratamento daquelas que já existem. Utilizo diariamente!


Máscara para cílios 3 em 1 – Intense

DSCN3480_Fotor

Literalmente, o efeito que a máscara diz fazer, ela faz mesmo! Ela alonga muito os cílios, deixa bem definido. Meu cílios que já são bem curvadinhos, ficam mais ainda! Recomendo!


Vale ressaltar que todos os produtos que citei aqui, possuem um preço acessível!

Então é isso pessoal, espero que tenham gostado desse estilo de post! Amei fazer!

Até a próxima!

Beijos.

Maria.

5 coisas que você não sabia sobre o seu cabelo.

Oi pessoal! Tudo bem com vocês?

O assunto de hoje é diferente, nunca falei sobre isso aqui no blog. Irei falar sobre beleza! Especificamente sobre a saúde dos cabelos.

Trouxe 5 dicas pra vocês, sobre erros que provavelmente você não sabe sobre o seu cabelo e você faz! Vamos lá!

DSCN1161_Fotor

Muitas vezes, acabamos fazendo certas coisas com o nossos cabelos achando estar fazendo bem, mas é muito pelo contrário. Certas atitudes acabam danificando os fios, e os ressecando, ao invés de hidratá-los. Descobri tudo isso que irei colocar pra vocês mexendo na internet. Uso todas em meu dia a dia!

Ah! Essas dicas funcionam em todo tipo de cabelo, mas se aplicam melhor em cabelos com mais um pouco mais de comprimento.

  • Usar Máscara Hidratante na praia: Mas pera, não é na praia que os cabelos ficam mais ressecados? Sim! Mas como há um grande tempo de exposição dos fios a raios UV, os cremes hidratantes não protegem seu cabelo, e acabam os queimando, enfraquecendo-os. O ideal é passar um creme se enxágue com proteção solar, só isso.

  • Depois do banho, esfregar os cabelos na toalha: Normalmente depois do banho, é de costume secar os fios em uma toalha, esfregando-os. Isso causa um dano terrível aos fios. Deixa-os fracos e pode até quebrá-los. O ideal é apenas apertar os fios com a toalha, tirando o excesso de água.

  • Escovar várias vezes os cabelos: Principalmente depois da lavagem, os fios não devem ser escovados, e sim separados com os dedos. Escovar muito os cabelos estimula o aumento da oleosidade. O ideal é utilizar uma escova com dentes escassos, começando pelas pontas e subindo lentamente até o couro cabeludo.

  • Usar secador sem o difusor: O difusor é aquele acessório que vem com todo secador, é uma espécie de ponta comprida. Ele deve ser usado a uma certa distância dos fios, assim pode ajudar a selar as microescamas. Começando com um jato mais quente, terminando com o jato frio.

  • Não passar condicionador após a hidratação: Muita gente passa o condicionador antes, eu mesma fazia isso. Mas o condicionador deve ser a etapa final da lavagem , selando os fios e a cutícula do cabelo, melhorando os resultados.

 

Espero que tenha ajudado!! Até o próximo post!

Beijos!

Maria.

Sobre – Twenty One Pilots

Mais um! Como nessas férias estou muito inspirada, decidi fazer mais um post da série “Sobre” e dessa vez de uma banda incrível: Twenty One Pilots


Advindos de Columbus (Ohio) a banda conhecida hoje se formou em 2009, por três amigos de faculdade: Tyler Joseph, Nick Thomas e Chris Salih. Porém, Chris deixou a banda em 2011 e Nick um mês depois. Reformulando a formação da banda, deixando-a como conhecemos atualmente, o duo formado por Tyler Joseph e Josh Dun, ex-bateirista da banda House of Heroes.

A discografia da banda se inicia no ano de sua criação. Em 2009 eles lançam um álbum independente, “Twenty One Pilots“, fazendo shows na cidade natal. Em 2011, lançam seu segundo álbum independente “Regional at Best“, álbum esse que lhe garantiram os olhos das gravadoras voltados para eles. Nesse mesmo ano, realizaram um show que esgotou ingressos na Columbus’ Newport Music Hall, que acabou chamando muito a atenção das gravadoras. Especialmente da Fueled By Ramen, com quem assinariam contrato em 2012. Nesse mesmo ano lançaram o álbum “Vessel“,  e o mais atual, de 2015 , “Blurryface“.

Tyler Joseph, nascido no dia 1º de dezembro de 1988 em Columbus (Ohio) é o vocalista, tecladista, baxista e guitarrista da banda. Josh Dun, nascido no dia 18 de junho de 1988 em Columbus (Ohio), é o bateirista da banda.

Uma coisa muito peculiar dessa banda é o fato de serem recheados de curiosidades. Como por exemplo a origem do nome da banda, que veio de um momento em que Tyler estava estudando a peça “All My Sons” de Arthur Miller, que conta a história de um homem que deve decidir o que é melhor para sua família depois de causar a morte de 21 pilotos durante a Segunda Guerra Mundial.  Ou também pela enorme sintonia que os dois possuem um com o outro. Em todas as entrevistas que dão, sempre fazem brincadeiras, tirando sarro um do outro, é muito engraçado.

Quem me fez conhecer mais a história da banda a fundo foi meu namorado. Já tinha ouvido algumas músicas, as mais conhecidas como “Stressed Out” e “Ride”, mas não sabia o que tinha por trás de tudo aquilo.

Pra mim, Twenty One Pilots é uma banda que mescla tudo. Com suas misturas de piano, podendo ser teclado eletrônico ou keytar, sintetizador, bateria, vocais e o perceptível ukelele. Os gritos marcantes de Tyler e seus raps baseados em suas poesias. Os classificam como pop esquizofrênico, pois é difícil associá-los a um gênero. Mas não acho essa classificação digna de uma banda como Twenty One Pilots. Eles são a perfeita representação do que a música pode e deve ser. Uma mistura, uma viagem, uma experiência incrível pelos ritmos de diferentes instrumentos.

Tyler diz que seu propósito ao fazer música é “fazer as pessoas pensarem”, incentivando-as a encontrar alegria no que elas forem acreditar na vida. Muitas de suas músicas trazem uma mensagem incrível junto consigo, como no caso de “Lane Boy“.

Eu admiro a banda por sua capacidade de misturar tudo isso e mais um pouco, gerando um produto incrível. Toda a sua simbologia e histórias por trás das músicas, os torna uma banda de multifunções. A energia do Tyler em palco que faz parecer seus shows uma encenação cênica e a dinamicidade de Josh com seu senso de humor, descontraindo a banda.

Se você ainda não conhece o trabalho dessa banda incrível, espero que esse post tenha lhe aberto horizontes. Algumas de minhas músicas favoritas deles:

 

 

 

 

Espero que tenham gostado! Até o próximo post!

Maria.

Canais do YouTube para sua fotografia

StockSnap_ZI9YW86PSR.jpg

Oi! Tudo bem?

O YouTube nos tempos atuais vem reinando na questão de entretenimento, a era dos YouTubers está no seu auge e a produção constante de conteúdo é gigante.

Na questão da fotografia, o Youtube me auxilia muito também! Existem canais incríveis que possuem dicas muito bacanas, tutoriais e depoimentos de fotógrafos. No post de hoje, trouxe esses canais pra vocês.

Literalmente, para fotógrafos de todos os níveis. Dicas mais avançadas e dicas mais básicas, como tutoriais de como mexer no Photoshop. Muito bom!


Um canal com dicas muito úteis, só que mais avançadas e mais técnicas. Eles são polêmicos , mas são muito bons!


Os vídeos parecem vídeo aulas e tem um aspecto meio didático, muito legal! Também possui dicas mais básicas e as mais avançadas.


Os vídeos parecem ser vlogs e ele parece estar conversando pessoalmente com você, muito bom!


Vídeos bem dinâmicos, dicas que todos precisam saber, ótimo!


Enfim, esses são os que eu mais acompanho e mais me ajudam! Espero que tenham gostado! Até o próximo post.

Maria.

O que Black Mirror é pra mim.

black-mirror-season-3-poster.jpg

Você ainda não assistiu Black Mirror? Então esse post é pra você.

Eu terminei a série semana passada, assisti as duas primeiras temporadas em 2 dias. Comecei pela terceira, pelo fato de ser a mais atual e a produzida pela Netflix. Mas pera, como você começou pela terceira? E a história? Black Mirror não possui uma história. Cada episódio possui um elenco diferente, um diretor diferente, uma história diferente. São totalmente independentes entre si. Porém, todos partem de um elemento conectante: a tecnologia do futuro.

Os episódios se passam em um futuro não tão distante em que a tecnologia gerou um tal vício que fez a sociedade chegar a um estado de futilidade bizarra, extrema e inacreditável. Black Mirror é uma série que foge totalmente do padrão das séries que você já assistiu, é algo diferente de tudo o que eu já vi.

Se você gosta de continuidade, se apega por personagens e uma história envolvente, com certeza Black Mirror e seu cenário aterrorizante não são pra você. Aterrorizante, mas muito aterrorizante. A série é extremamente perturbadora, pelo simples fato de te fazer ficar pensando e refletindo horas e horas após assistir a um episódio que retratam o pior: todas as possibilidades e muito possíveis resultados negativos que a tecnologia ocasionará no futuro.

Esse terror psicológico, que no meu ver é o pior tipo de terror produzido, que mexe com a sua cabeça e te deixa paranóico (exagerei um pouquinho) parte de algo que é diferente de monstros e criaturas – que sabemos que não são REAIS – mas parte daquilo que está muito próximo de nós, a realidade. Em primeiro lugar, Black Mirror é uma série real, muito real. Você não fica assustado no momento, apenas em só uma determinada parte do episódio, mas sim o tempo todo. A tensão, a ansiedade e o terror são expostos durante o episódio inteiro. Parta com essa informação em mente, se for assistir.

O conjunto de um roteiro bem produzido e uma direção de fotografia muito boa resultam nesse ambiente aterrorizante. O criador da série ,Charlie Brooker , disse uma vez, “Se tecnologia é uma droga — e parece ser uma droga — então quais são, precisamente, os efeitos colaterais?” Esse é o principal foco da série. Você acaba criando até uma certa raiva pela tecnologia, porém percebe que a culpa por trás de tudo isso recai apenas sobre o ser humano. Que não soube usar a tecnologia corretamente, favorecendo a TODOS, e não unicamente a si mesmo.

Falando agora sobre os episódios, os meus favoritos são “Manda Quem Pode”, que conta a história de pessoas que obedecem as ordens de hackers em troca de terem informações de sua intimidade exposta á todos. Também gostei muito de “Odiados Pela Nação”, que mostra casos de pessoas atacadas nas redes sociais que foram assassinadas, e tudo o que há por trás disso. “Volto já”, que assisti 2 vezes, e com certeza o mais emocionante pra mim, conta a história de uma mulher que perdeu o marido mas acaba tomando medidas para poder se comunicar com ele novamente. E por último mas não menos importante, “15 Milhões de Méritos”, que me deixou paranóica e sem reação, mostra uma realidade no futuro em que as pessoas vivem por méritos, adquiridos por pedalarem em bicicletas o dia inteiro, suas vidas se resumem apenas a isso, elas podem subir, participando de uma competição de talentos ou de um canal pornográfico.

Todos os episódios te deixam surpreendido e sem reação. Tem uns que precisam de muita atenção para compreensão, no caso de “San Junipero” (demorei mil anos para entender) e outros que o final é totalmente diferente do que você esperava, como acontece em “Versão de testes”.

Black Mirror é uma série que todos devem assistir, pelo fato de mostrar a muito possível futura realidade da humanidade, e serve de aviso, para que não cheguemos a esse nível. É uma série que me surpreendeu demais, considero uma das melhores que já vi. Quero mais!! Que venha a 4ª temporada!!

 

Espero que tenham gostado!! Até o próximo post!

Maria.

 

Algumas trilhas sonoras.

StockSnap_NXTQ8UU8P0.jpg

Uma das coisas que o cinema tem de mais incrível, é a forma como junta vários elementos em um único lugar. E um desses elementos é a música. A trilha sonora de um filme é algo que marca uma geração, pessoas e histórias.

No post de hoje trouxe minhas trilhas sonoras favoritas. Vamos lá!

O Fantasma da Ópera (The Phantom Of The Opera)

A primeira vez que assisti tinha 7 anos, minha mãe que me mostrou. Fiquei fascinada com as roupas, danças e principalmente, as músicas. Até hoje assisto e me emociono, canto junto. É com certeza um dos meus filmes favoritos.


A Noviça Rebelde (The Sound of Music)

Esse mais antigo, mas conheci primeiro. A primeira vez que fui a um teatro assistir a uma peça, foi essa. Fiquei deslumbrada com a coreografia, cenário. Via as crianças cantando, e sonhava estar no lugar delas, fazer o que elas faziam. Pareciam estar se divertindo tanto. Foi a partir desse dia que pedi aos meu pais para fazer aulas de canto.


O Fabuloso Destino de Amelie Poulain ( The Fabulous Destiny Of Amelie Poulain)

Esse filme é perfeito em absolutamente em tudo. Cheio de detalhes, caprichos e principalmente, com uma trilha sonora linda. Uma de suas músicas, “Comptine d’un autre ètè: l’après-midi” aprendi a tocar no piano, e continuo praticando até hoje.


Um Dia (One Day)

Com certeza um dos filmes românticos mais lindos que já vi e com uma trilha sonora muito emocionante e linda. Inteira composta por músicas instrumentais e desenvolvida por Rachel Portman. A minha preferida é “We Had Today”.


As Vantagens de Ser Invisível ( The Perks of Being a Wallflower)

Um filme que nunca canso de assistir, sempre choro no final, não tem como. E principalmente, sua trilha sonora tem nada menos do que The Smiths!!! E diversos outros artistas independentes incríveis.


Clube dos Cinco (The Breakfast Club)

Com certeza um dos filmes com a música tema mais marcante. Meu filme favorito e minha música favorita, combinação perfeita.


Homens, Mulheres e Filhos (Men, Women & Children)

Um filme muito interessante e com uma trilha sonora que faz qualquer um viajar. Uma das músicas dessa trilha sonora eu continuo levando pra vida toda, ouvindo todos os dias, “A Great Design” do Black Marble.


13 Razões Porquê (13 reasons why)

Apesar de toda a polêmica gerada em torno da série, há muitas coisas relevantes para se falar sobre. Uma delas é a trilha sonora. Contém artistas como Vance Joy, M83, Woodkid e Joy Division.


Enfim, esses são os principais filmes e série que mais me agradam com sua trilha sonora. Espero que tenham gostado! Até o próximo post!

Beijos!

Maria.

7 músicas que não saem da minha playlist…e da minha cabeça.

LJNJVQC18S.jpg

Já falei sobre isso milhares de vezes aqui no blog, mas quem disse que vou parar?

No post de hoje trouxe uma lista de musicas que não saem da minha cabeça! e da minha playlist! Vem conferir:

Love on the brain – Rihanna

Descobri essa música em um vídeo falando sobre feminismo no Facebook, mas não sabia que era dela. Só um tempo depois acabei ouvindo a música no Spotify, e daí não parei mais. A melodia é demais!!


Trevo (Tu) – Anavitória ft. Tiago Iorc

Eu via muita gente comentando sobre a dupla, mas não me interessei muito em saber sobre. Até que em um dia , meu namorado me mandou essa música dizendo que se lembrou de mim. Acabei me apaixonando pela letra e pela melodia, me trouxeram muita paz. Muito obrigada, eu te amo!


Walking The Wire – Imagine Dragons

Já disse anteriormente que estava completamente viciada no álbum novo deles, não estava brincando! Essa música especialmente, me traz muita força de vontade, uma forma de incentivo, o refrão é digno de uma plateia inteira cantar junto.


I Don’t Know Why – Imagine Dragons

Mais uma! Essa especialmente pelo jeito em que a música me envolve. A batida e a letra, resultam em um produto incrível.


Dilúvio de Solidão – Criolo

Já fiz um post aqui no blog falando sobre o Criolo, e citei essa música. Eu já amava ouvir samba, pois desde pequena meus pais sempre me mostravam todos os ritmos musicais, especialmente jazz e samba. Esse álbum novo esta recheado com uma musicalidade incrível, e celebra o que realmente é o Brasil.


Shooting Stars – Bag Raiders

Sim eu sei, essa música é de 2009. Não sei explicar o que acontece comigo quando ouço essa música, de tanto ver a melodia do começo em tudo o que é meme, ela não sai mais da minha cabeça. Todo mundo ama memes com shooting stars.


Rachel Portman – We Had Today (One Day OST)

Um dos filmes mais emocionantes e lindos que já vi. Ainda vai ter playlist falando sobre ele. Especialmente essa música, que é tema do filme, é a minha predileta. A melodia é ao mesmo tempo emocionante, triste e alegre.

 

Bom, essas são algumas das músicas que não saem da minha cabeça, e espero agora não saírem mais das de vocês! rs.

Até o próximo post pessoal!

Maria.

“Quem é Malala?”

Há umas 3 semanas atrás, iniciei a leitura de “Eu sou Malala”, um livro que já estava na minha índole de leitura , mas fora das minhas expectativas, que foram totalmente superadas e surpreendidas.

Hoje venho aqui contar a vocês a minha experiência e o que absorvi desse livro incrível, sobre a história de uma pessoa sensacional, que superou a tudo e a todos.

89265fc0-065b-4065-83e3-483d78fbeabf

Este livro conta a história de Malala Yousafzai, uma jovem paquistanesa, original do Vale do Swat e sua luta travada a favor do direito de educação de jovens, especialmente de meninas. Em 9 de outubro de 2012, com 15 anos de idade, Malala estava voltando da escola e foi baleada na cabeça dentro do ônibus escolar por integrantes do grupo extremista Talibã, que já havia tomado controle do Vale do Swat. Malala narra de forma simples e direta a sua história, desde a infância até o momento em que dá um discurso nos salões das Nações Unidas em Nova York. E aos 17 anos, é a ganhadora mais jovem do Prêmio Nobel da Paz.

No lugar onde nasceu, o Vale do Swat, localizado ao noroeste do Paquistão, há um tremendo conservadorismo, perante a situação da mulher na sociedade. Se exige que mulheres permaneçam em casa, com a função de educar os filhos, cuidar dos maridos e cozinhar para família. Sem direitos de se pronunciarem abertamente sozinhas, sem permissão para saírem de casa sem estarem acompanhadas por familiares, e principalmente, o fato de apenas 34% das meninas frequentem as escolas.

Malala foi criada e cresceu nesse contexto, mas sempre foi incentivada pelos pais, principalmente pelo pai, Ziauddin Yousafzai (ativista social conhecido na região e dono de uma escola particular no Swat, a Khushal) a sempre lutar pela sua própria educação e nunca deixar de buscar o conhecimento. A figura do pai era de um herói, um grande exemplo para Malala, sendo que agora ela cultiva sua luta pública pela educação e dedica seu reconhecimento ao pai.

Em 2000, o talibã acabou aumentando sua influência sobre a região e em 2007, tomou conta do vale. Malala conta situações em que cadáveres decapitados eram expostos em praça pública e açoitamentos eram feitos a frente da população, mostrando o poderio do grupo. O extremo aconteceu em 2008, quando o líder local talibã emitiu uma notificação, dizendo que as meninas estavam proibidas de frequentarem as escolas . Malala tinha 11 anos e ficou marcada, pois narra o momento que acorda de manhã e não colocaria seu uniforme e não veria suas amigas da classe.

Sua participação e engajamento eram altamente ativos, participando de palestras, junto com o pai, documentários feitos por jornalistas estrangeiros que visitavam o local e até chegou a escrever em um blog para  BBC, utilizando de o pseudônimo Gul Makal. Foi indicada ao Prêmio Internacional da Paz da Infância em 2011, mas não ganhou, porém venceu em 2013. A sua ampla participação começou a preocupar os pais, principalmente a mãe, de que Malala seria um suposto alvo para o grupo extremista. Naquele mesmo tempo, ocorriam atentados a bomba a escolas femininas no Paquistão, violência contra mulheres no Afeganistão, em que jogavam ácidos nos rostos das meninas. Malala tinha medo, mas nunca perdeu a força e a coragem, pois o ideal por qual lutava e o conhecimento que adquirira a tornavam mais forte.

O ataque feito a Malala foi chocante e de comoção mundial, pois naquela época o Talibã não estava tão influente na região, devido à sua derrota pelo exército em 2009. Malala conta que naquele dia, numa terça-feira ao meio-dia, durante o caminho de volta pra casa da escola, notou e estranhou as ruas de um determinado trecho do percurso estarem vazias, pois era de costumes estarem movimentas. Foi nesse momento em que viu dois jovens, de barba longa e vestimentas pretas com tubantes no rosto na estrada e pararem o ônibus. Um deles subiu pela parte de trás do ônibus e perguntou “Quem é Malala?”, ninguém disse nada, mas algumas meninas acabaram olhando para ela. Sua amiga que estava ao seu lado, Moniba,conta que a mão do rapaz estava tremendo no momento em que deu 3 tiros e um deles entrou perto do olho esquerdo de Malala e saiu abaixo de seu ombro esquerdo, isso com uma Colt 45.

Malala foi socorrida e levada ao hospital militar de Peshawar, passou por uma cirurgia e o próprio governo do Paquistão direcionou as atenções á ela, e posteriormente, o mundo todo. Naquela época, uma dupla de médicos ingleses estavam na região e acabaram auxiliando Malala e sua família, recomendando que ela precisaria de um tratamento mais específico e de maior qualidade, sem correr o risco de adquirir uma infecção hospitalar. Foi nesse contexto que Malala foi dirigida ao hospital de Birmingham na Inglaterra e reside lá até hoje.

O ataque a Malala ocasionou problemas em seu cérebro que acabou inchando,em seu nervo facial esquerdo, que foi operado, e em sua audição do ouvido esquerdo , mas mesmo assim, Malala continua a mesma, que lutava e luta pelo direito a educação de meninas.

Quis fazer um contexto geral do livro, pois possuem muitas informações a mais, como explicações da cultura islâmica e história do Paquistão. Me surpreendi muito e me encantei muito com tudo , especialmente com a religião muçulmana, que agora vejo com outros olhos e a cultura paquistanesa, que extremamente ornamentada de mitos, histórias, lendas e de um grande patriotismo.

O livro “Eu sou Malala” é uma lição de vida. Vinda de uma menina originada em um lugar com todas as adversidades e obstáculos possíveis á uma menina, mas ela conseguiu ultrapassar todos e torna-se uma figura pública que prega educação, amor, igualdade e fraternidade.

Recomendo este livro a todos que acreditam em um mundo em que todos os seres humanos, meninas e meninos, possuem direito a educação, para que possam criar e desenvolver um mundo melhor do que esse. Malala é uma grande inspiração, para todos e agora principalmente para mim.

“Uma criança, um professor, um livro e uma caneta podem mudar o mundo” – Malala Yousafzai

 

Maria

A Lista de Schindler – Resenha

Oi pessoal! Tudo bem com vocês?

Dei uma sumida nesses últimos dias. Com festas, reuniões de família, acabou ficando mais difícil fazer posts aqui pro blog. Mas agora a correria já passou, e voltei com uma recomendação de filme super bacana pra vocês!

No post de hoje vim falar sobre “A Lista de Schindler”.

Schindler-listaja.jpg

A Lista de Schindler (Schindler’s List) é um filme norte-americano de 1993, dirigido por Steven Spielberg e baseado no romance escrito por Thomas Keneally, Schindler’s Ark. O filme conta a história de Oskar Schindler, um empresário alemão que salvou a vida de mais de mil judeus durante o holocausto, empregando-os em sua fábrica.

O filme se inicia em 1939, mostrando a relocação dos judeus poloneses para o Gueto de Cracóvia, pouco tempo depois do início da Segunda Guerra. Oskar Schindler, membro do partido nazista, chega na cidade com o intuito de construir uma fortuna, lucrando com a guerra. Ao decorrer do filme, a trajetória de Schindler é mostrada, juntamente com a sua habilidade de fazer amizades e adquirir contatos. Com isso ele acaba subornando muitos oficiais da SS e da  Wehrmacht, em troca de contatos. É a partir de tudo isso que ele consegue patrocínios para adquirir uma fábrica de produção de panelas, que mais tarde seria aonde ele “refugiara” e salvaria a vida de mais de mil judeus.

As personagens são extremamente bem construídas,  e os diálogos, emocionantes e profundos. Uma personagem que me chamou muita atenção e é muito importante no decorrer da história e para Schindler é  Itzhak Stern, um oficial  do Conselho Judeu de Cracóvia e acaba se transformando no contador de Schindler, e seu braço direito. Schindler é o típico alemão fanfarrão, compra tudo com seu dinheiro: mulheres, bebidas, comida, móveis.

O filme possui cenas extremamente fortes, mostrando como era a vida dos judeus nos campos de concentração, você acaba se comovendo a todo momento, com as atrocidades que os alemães cometem contra os judeus.

Outro ponto muito importante é a atuação dos atores, que é perfeita, impecável. Eles conseguem transmitir exatamente os sentimentos da época, e te envolvem na trama.

Eu não irei contar a história do filme mais detalhadamente, já que é muito longo e vários fatos ocorrem. Mas concluindo, é um filme lindo, tocante e que todos deveriam assistir. Eu digo que é o filme mais emocionante que assisti na minha vida, fiquei muito comovida. Recomendo muito!!

Espero que tenham gostado ! Até o próximo post!

Ma.